dicas para morar sozinha

Irei morar sozinha, e agora?

Nos últimos anos, aconteceu uma mudança na forma como as famílias se organizam. Existe uma tendência recente de redução do número de filhos, aumento de divórcios, mudanças de estilo de vida, individualismo, melhora nas condições financeiras, além da maior sobrevivência e independência feminina, é de se esperar que ao longo dos anos haja um crescimento dos domicílios unipessoais. Considerando o conjunto da população, o número e a proporção de domicílios unipessoais cresceram entre as décadas de 70 e 90, sendo que, em 1998, esse tipo de arranjo domiciliar representava 8,8% do total do país. As separações e, principalmente, a viuvez são fatores explicativos de parte do crescimento das famílias unipessoais neste espaço tempo.

O IBGE aponta que é uma tendência as pessoas morarem sozinhas, e continua sendo mais comum entre as pessoas com maior poder aquisitivo, e principalmente que moram em centros urbanos, como São Paulo e Rio de Janeiro. Outro ponto importante de ser salientado é que a maioria das pessoas que moram sozinhas é composta por mulheres com mais de 50 anos. 

Morar sozinho é sinônimo de liberdade total para escolher desde a decoração, até como agir em casa. No entanto, essa liberdade exige também muita responsabilidade.

Por isso, reunimos algumas dicas para você que irá morar sozinha:

Planejamento financeiro:

Você precisa saber quanto irá gastar. Calcule gastos fixos como luz, condomínio, telefone, tente deixar sempre um valor reserva para emergências. Economize energia elétrica, água, isso será bom para sua saúde financeira e também para a PachaMama.

Escolha móveis:

Pense nos móveis e eletrodomésticos que irá usar na casa, por exemplo, fogão, geladeira, utensílios de cozinha, cama e um local para guardar as roupas. Não esqueça da máquina de lavar, se puder comprar uma que que lava e seca é melhor ainda. Coloque tomadas e saída de fios em vários lugares. Dessa maneira, será mais fácil fazer mudanças mais tarde. 

Crie uma rotina de limpeza:

Não descuide da limpeza da casa, acumular a bagunça só te dará mais trabalho posteriormente. Tire pó, deixe cada coisa em seu devido lugar, não deixe a louça para lavar depois. 

Aprenda a cozinhar: 

Quem mora sozinho tende a descuidar da alimentação. Tudo bem comer uma besteirinha de vez em quando, mas comer só macarrão instantâneo e comida de fast food não fará bem para a sua saúde. Aprender a cozinhar, além de ser saudável, é permitir um momento de autocuidado, saber o que você está comendo, ter um contato maior com os alimentos.

Seja prevenida:

 Tenha telefones e endereços que podem ser úteis em momentos de emergência. Mantenha um contato com os vizinhos, se não quiser não precisa ser amiga, porém tenha uma ligação o suficiente para garantir que eles possam ser um apoio caso você precise.

Viva:

Não comece a vegetar ao ir morar sozinha, é bom ficar em casa sem fazer nada. No entanto tome cuidado para não perder a noção do tempo. Saia de casa para fazer caminhada, ir ao cinema. Não fique muito tempo sozinha, crie o hábito de convidar amigos e familiares para irem algumas vezes à sua casa. Uma boa idéia, principalmente se você for cozinhar, é criar uma horta. Cuidar das plantas acalma e garante que você tenha alimentos orgânicos. 

Como tudo que é novo, ir morar sozinho pode causar insegurança. Mas pode ser uma experiência necessária para você, nós da Kauffmann desejamos boa sorte nessa nova fase.